segunda-feira, outubro 01, 2018

O Pintor Hans Dahl




Hans Dahl é um dos pintores Noruegueses mais conhecidos, sendo famoso pelas suas pinturas dos fiordes noruegueses e paisagens circundantes.




As suas cores vibrantes e os retratos de encantadoras meninas norueguesas nos seus trajes nacionais encantavam e eram muito apreciados.



Nasceu a 19 de fevereiro de 1849 na aldeia de Granvin, no Hardangerfjord, no condado de Hordaland, na Noruega, que nessa altura fazia parte da Suécia.

Desde os 16 anos que o seu talento era evidente, no entanto teve de ser adiado devido a Dahl ter ido cumprir serviço militar no exército sueco. Serviu na Brigada Bergenske até 1874.

Depois de deixar o exército, estagiou com Johan Fredrik Eckersberg e Bergslien Knud. Começou os seus estudos em Karlsruhe onde estudou com Hans Fredrik Gude e Riefstahl Wilhelm.

Desloca-se mais tarde para Düsseldorf, onde teve como professores Eduard von Gebhardt e Wilhelm Sohn.





Dahl teve sua primeira exposição em Düsseldorf, em 1876. O pintor viveu em Düsseldorf até 1888, altura em que se mudou para Berlim.




Quase todos os seus verões, eram passados na Noruega. Em 1893 mandou construir a sua residência de verão à empresa de Jacob Digre em Trondheim.




Escolheu como local as margens do Sognefjord em Balestrand, no condado de Sogn og Fjordane, tendo a sua casa um projeto similar à do pintor norueguês Adelsteen Normann que se tinha estabelecido em Balestrand no ano de 1891.




Entre 1888 e 1919, Dahl viveu principalmente em Berlin-Wilmersdorf, passando apenas o verão em Balestrand.




Depois de 1919, Dahl deixou de viajar para Berlim e passou a residir permanentemente em Balestrand.

O Imperador alemão, o Kaiser Guilherme II, tornou-se um dos patronos Dahl, concedendo-lhe o cargo de professor em 1910, e visitando-o em Balestrand vários verões consecutivos.




Dahl resistiu à transição na arte do Romantismo para o Modernismo. Na década de 1890 surgiu uma nova escola de arte, e artistas como Dahl deixaram de ser populares nos círculos dirigentes do capital.

Foi particularmente criticado pelo historiador de arte Jens Thiis e pelos seus colegas artistas, especialmente por Christian Krohg, que era uma das figuras principais na transição do romantismo para o naturalismo, que caracteriza a arte norueguesa nesse período.




Em 1902, Dahl foi nomeado Cavaleiro da Ordem Real Norueguesa de Santo Olavo, 1 ª classe.

Hans Dahl foi casado com Helene Bewer, filha do pintor alemão Clemens Bewer (1820-1884). O filho de ambos foi o pintor norueguês Hans Andreas Dahl (1881-1919), que morreu de tuberculose aos 37 anos de idade.





O pintor Hans Dahl morreu em Balestrand em Sogn Fjordane a 27 de julho de 1937. A sua sepultura está localizada no adro da igreja de Tjugum (Tjugum kyrkje).

Fotos e Fontes: Wikipedia; outros



"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não é copiar sua aparência." (Aristóteles)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Topo